ssm controle mde ponto e acesso

(19) 3281-4495 (19) 3504-1861

revenda topdata
revenda controlid
sistemas de controle de ponto e acesso

Como funciona o relógio de ponto biométrico?

relógio de ponto biométrico

relógio de ponto biométrico é um equipamento que possibilita o registro de horas e da jornada de trabalho. Tendo, então, como principal característica a capacidade de guardar informações individuais de cada colaborador, esse relógio impede possíveis fraudes.

Segurança e praticidade resumem o relógio de ponto biométrico. O equipamento realiza a marcação dos horários de entrada e saída do funcionário através da leitura das impressões digitais. De forma rápida, há a emissão de um comprovante de marcação para que o colaborador tenha a garantia do registro correto. 

O registro de cada colaborador, no sistema do relógio, deve ser feito através do cadastro da impressão digital e PIS. Alguns modelos permitem o cadastro de senhas numéricas também, mas, é necessário consultar as regras do fabricante

Vantagens e desvantagens do relógio de ponto biométrico

Bom, o ponto eletrônico biométrico surgiu da necessidade de melhorar a segurança e usabilidade do REP.

Antes de surgir o leitor biométrico, a maioria dos registradores eletrônicos de ponto, utilizavam o famoso “cartão de ponto”, e qual era o problema dele? Você com certeza já sabe.

A perda dos cartões de ponto, quem trabalhava em RH quando surgiram essas máquinas com certeza recebia um pedido novo de cartão com frequência. E sinceramente, às vezes acontecia mesmo de perder o cartão e não era por maldade do colaborador.

Outra reclamação constante do cartão de ponto, era sua falta de segurança. O cartão poderia ser passado para outro colaborador, e qualquer um poderia bater o ponto.  É então que nós entramos nas vantagens do ponto eletrônico biométrico.

Vantagem do relógio de ponto biométrico

Sem a necessidade do uso de cartões, com o relógio de ponto biométrico existe uma maior prevenção de fraudes.

Como vimos, cada pessoa possui uma digital só dela, então para registrar o ponto o colaborador precisa ir até o relógio e posicionar o seu dedo.

Com a implantação de um relógio de ponto biométrico, também acabam-se os problemas com a perda de cartões e a necessidade de reposição, isso propõe a empresa uma redução de custos com os cartões magnéticos.

Essas são as principais vantagens da adoção desse ponto, mas claro que na hora de fazer uma escolha, às desvantagens precisam ser analisadas também.

Legislação e normas técnicas do relógio de ponto biométrico

O Relógio Eletrônico de Ponto precisa atender a todas as exigências previstas na portaria 1510/2009, do antigo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Entre as principais, destacam-se:

  • Necessidade de emissão de comprovante para o trabalhador, com dados pessoais e profissionais e a hora da marcação;
  • Proibição de marcações automáticas ou de manipulação nas marcações;
  • Obrigação de preservar os dados em um arquivo interno (AFD);

Já as normas técnicas de composição e instalação do REP estão estabelecidas na portaria 480/2011, do Inmetro.

bém.

Controle de jornada: o que esperar do futuro?

O futuro do controle de jornadas reserva ainda mais avanços tecnológicos. Um deles é a possibilidade de reconhecimento facial no relógio de ponto.

Essa ferramenta possibilita que o profissional seja identificado sem qualquer contato físico e elimina de vez as fraudes.

A Control iD já possui essa expertise na linha de controle de acessos, incluindo o reconhecimento do chamado “rosto vivo”, inibindo que alguém tente fazer a identificação exibindo uma foto do cidadão, por exemplo.

Com mais pessoas em home office, o controle mobile deve ganhar espaço, exigindo que as empresas escolham os softwares mais adequados para garantir o controle, evitar fraudes e mitigar ações trabalhistas.

No aspecto legal, a flexibilização das jornadas de trabalho é uma realidade, derivada da nova rotina imposta pela pandemia de coronavírus.

Isso não significa, contudo, que o controle de jornadas estará dispensado. Pelo contrário, demandará programas que comportem diversas situações, como jornadas híbridas e intercaladas.

No ambiente presencial, o REP continua sendo uma premissa, com cada vez mais recursos e possibilidades de identificação.

Acompanhe outras novidades deste mercado no blog da Control iD e em nossos posts nas mídias sociais.

E, quando quiser, entre em contato conosco, faça uma cotação

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Posts Recentes

Enviar mensagem
💬 Posso ajudar?
Entre em contato conosco 📲