ssm controle mde ponto e acesso

(19) 3281-4495 (19) 3504-1861

revenda topdata
revenda controlid
sistemas de controle de ponto e acesso

O que é controle de acesso facial?

O reconhecimento facial ou biometria facial é constituido por uma série de softwares e logaritmos que mapeiam os padrões que existem no rosto de todas as pessoas, e a partir de informações previamente recolhidas pelo sistema, conseguem distinguir um rosto do outro.

De forma simples o reconhecimento facial funciona como um quebra-cabeça que recolhe peças (banco de dados) para completar a figura ( seu rosto). 

No caso do controle de acesso facial toda vez que alguém precisa ser verificado o sistema procurará pelas peças, e se não encontrar, significa que aquela figura não está registrada e, portanto, não possui permissão para acessar o local.

Inicialmente o programa mapeia todas as caracteristicas do rosto, como tamanho dos olhos, nariz e boca, distância entre as orelhas e olhos, largura da testa, nariz e lábios e muitos outros.

Toda essas informações são armazenadas em forma de algoritmos, que no futuro serão comparados ás novas informações, de forma muito similar como o cérebro humano funciona.

Por que investir no controle de acesso facial?

  • Maior segurança de acesso nas áreas restritas.
  • Redução de custo com mão de obra qualificada.
  • Redução de custo com treinamento de pessoal.
  • Diminuição do risco de falha humana.
  • Maior segurança para funcionários, clientes e visitantes do empreendimento.

Vantagens do reconhecimento facial no controle de acesso

  1. Rapidez – O reconhecimento facial falha menos. Como a identificação é baseada em centenas de pontos únicos (conhecidos como pontos nodais), a área de exploração dos leitores é maior e a identificação vem se mostrando mais precisa. A mera aproximação do cidadão permite que a permissão seja franqueada ou não, ainda que ligeiras alterações na aparência tenham sido percebidas desde o último acesso – como barba, corte de cabelo, uso de óculos e até de máscaras faciais – item que passou a fazer parte da nossa rotina e que nos leva à próxima vantagem.
  2. Ausência de contato físico – A pandemia de coronavírus exigiu das pessoas um distanciamento social que nunca esteve incorporado na nossa rotina, e que do dia para a noite se tornou uma obsessão. Quase todos os dispositivos de controle de acesso incluem algum nível de contato, e o reconhecimento facial dispensa essa obrigação. Basta a aproximação e pronto!
  3. Maior particularização – Com exceção dos gêmeos idênticos, os rostos são únicos – por isso são consideradas informações biométricas. A possibilidade de fraude utilizando essa tecnologia é praticamente nula – razão pela qual a adoção do reconhecimento facial vem crescendo a cada ano. As informações recolhidas no rosto no cadastro dos usuários são armazenadas de maneira criptografada, garantindo a privacidade de todos os envolvidos. Já a identificação é feita por meio da chamada “detecção de rosto vivo”, que possibilita ainda mais fidedignidade e evita fraudes.
  4. Integração entre dispositivos – Hoje em dia, a maioria dos dispositivos de controle de acesso (catracas, cancelas, clausuras, portas, portões, torniquetes) está preparada para ser integrada a tecnologias de identificação por reconhecimento facial, dispensando a substituição de todos os instrumentos quando da adoção desta ferramenta.
Enviar mensagem
💬 Posso ajudar?
Entre em contato conosco 📲